sábado, 20 de setembro de 2008

Palavras Amigas - Do meu querido amigo/irmão

Nesse instante
Bate-me no peito a solidão, de certos amigos,
Que falta me faz o ombro invisível e que bebiam do mesmo sorriso.
Quem me dera ter inimigos para descontar e falar mal
Resta-me apenas o silêncio...
Nunca um instante fez tanta falta
Quem me dera sentir, de todos os momentos.
Nesse instante a solidão que aperta e me desperta,
Faz-me lembrar...
Que tempo foi esse que me fez ficar olhando nos olhos do passado?
Vi-me acorrentado aos desejos do sussurro.
Foi nesse momento que abri os braços e me perdi no instante de ser feliz,
Aprendi a buscar sonhos, projetos... até mesmo secretos, mas apenas nesse instante!
Vi-me sorrindo acordado, Será que isso é ser feliz?
Ou é apenas esse instante?
Tudo está na estante: um sorriso, o silêncio, um conforto...
Pode-se usar, mas apenas nesse instante.
Emmanuel Rodrigues da Silva

Nenhum comentário: